JN Direto

Motorista de autocarro de adeptos do Paços de Ferreira diz ter sido agredido pela GNR

Roberto Bessa Moreira e Mónica Ferreira, JN Direto09h11 — 03 Março 2020

O motorista de um autocarro em que seguiam adeptos do Futebol Clube Paços de Ferreira alega que foi agredido por militares do Destacamento de Intervenção da GNR antes de ser detido, no final do jogo entre pacenses e o Desportivo das Aves, que se disputou na tarde de domingo. Já na manhã desta segunda-feira, o condutor, que tem um braço engessado e está indiciado pelo crime de resistência e coação sobre funcionário, passou pelo tribunal de Santo Tirso, onde também apresentou queixa contra os guardas. A GNR abriu um processo interno para averiguar as circunstâncias da ocorrência.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG