Calor. "CP com serviço de sauna" e outras críticas aos comboios nestes dias

A CP cancelou a venda de bilhetes para alguns comboios Alfa Pendular e Intercidades, sobretudo os que atravessam locais com temperaturas altas, depois de uma avaria no ar condicionado ter levado a desmaios de utentes e a atrasos, devido à assistência médica aos passageiros.

Várias pessoas desmaiaram em viagens da CP - Comboios de Portugal - na sequência das temperaturas elevadas e da falta de ar condicionado dos comboios. Devido à assistência médica aos passageiros, os comboios acabaram também por se atrasar. Nos dias de maior calor registados este verão, a empresa tem alguns comboios de longo curso com falhas na climatização. Isso não passou ao lado dos passageiros.

Segundo comunicado da CP, as altas temperaturas provocam a "necessidade de intervenções continuadas" em vários pontos do país para "corrigir problemas de sinalização, quer ao nível dos comboios, cuja capacidade de refrigeração se encontra afetada".

Por essa razão, a empresa pública decidiu cancelar a venda de bilhetes para comboios de longo curso, "nomeadamente para aqueles que circulam em pontos que têm revelado maior impacto no aumento das temperaturas interiores", para gerir os níveis de ocupação e, "desta forma, minimizar o desconforto da viagem".

Os últimos acontecimentos vieram despertar críticas já frequentes à empresa de transportes portuguesa.

Em 2017, a CP recebeu mais de 24 mil queixas, sendo os atrasos aquilo que mais motivam as reclamações. Desde 2016 que as queixas formais dos clientes não param de aumentar. De 2017 para 2018, o aumento foi de 111%.