DGS e os testes à Covid-19: "Há critérios de racionalização, não de racionamento"

Paula Freitas Ferreira, Diário de Notícias13h46 — 24 Março 2020

Portugal tem 2.362 casos de Covid-19. Foram confirmados nas últimas 24 horas e comunicados em conferência de imprensa ao final da manhã pelo secretário de Estado da Saúde, António Sales. São mais 302 casos e mais seis mortes do que na segunda-feira. A Direção-Geral da Saúde estabeleceu uma cadeia de prioridades para um cenário em que "não seja possível testar todos" os suspeitos: doentes para internar, recém-nascidos, grávidas e profissionais de saúde sintomáticos são as prioridades para a realização de testes ao novo coronavírus, no caso de não ser possível avaliar todos, estabelece a DGS.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG