Dinheiro Vivo

O que fazer se houver um sismo ou um ataque terrorista no seu destino de férias?

Dinheiro Vivo13h04 — 23 Julho 2019

Face a circunstâncias inevitáveis e excecionais ocorridas no local de destino que afetem a realização da viagem, como catástrofes naturais, terrorismo ou doenças graves no destino, os consumidores podem agora rescindir o contrato de viagem organizada sem qualquer penalização. Saiba o que fazer.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG