JN Direto

Prostitutas de Belo Horizonte querem prioridade na vacina da covid-19

Jornal de Notícias12h54 — 06 Abril 2021

Algumas trabalhadoras do sexo protestaram na segunda-feira em Belo Horizonte, no Brasil, pedindo para serem tratadas como grupo prioritário na campanha de vacinação da covid-19. "Precisamos ser vacinados, somos educadores de saúde, damos informações sobre doenças sexualmente transmissíveis aos homens, distribuímos preservativos e somos mulheres, nossos direitos são violados", afirmou a presidente da Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig), Cida Vieira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG