V

Ébola e conflitos armados fazem do Congo um barril de pólvora

Seria "apenas" mais um surto aquele que irrompeu em agosto na República Democrática do Congo, se o vírus do ébola não tivesse saído das aldeias. E se o país não estivesse mergulhado no caos, com vários conflitos armados a roubarem protagonismo à epidemia e a dificultarem a ação da ajuda humanitária no terreno. Os especialistas Jaime Nina e Fernando Jorge Cardoso falam do drama que afeta sobretudo as províncias à volta dos grandes lagos - Ituri, Kivu do Norte e Kivu do Sul.