Plataforma

Coreografia do protesto "O violador és tu" corre mundo

Plataforma15h03 — 04 Dezembro 2019

A coreografia do protesto feminista "O violador és tu" nasceu nas ruas de Santiago, a capital do Chile, e agora está a correr o mundo. "E a culpa não era minha, nem onde estava, nem como me vestia", diz parte da música criada pelo coletivo feminista Lastesis, de Valparaíso, a 120 quilómetros da capital chilena. A intenção é denunciar a violência contra o sexo feminino e na manifestação, centenas de mulheres com os olhos vendados fazem uma coreografia enquanto gritam uma canção que está ressoando, agora, em várias partes do mundo. A coreografia já foi repetida em Paris, Madrid, Cidade do México e Nova Iorque.