Chuvas ameaçam resgate de crianças e técnico na Tailândia

Lusa08h22 — 05 Julho 2018

Autoridades literalmente correm contra o tempo, a fim de evitar nova inundação na gruta. Nível da água mantém-se alto e a única saída possível ainda é o mergulho

Equipes de resgate tailandesas estão a correr contra o tempo para bombear água de uma gruta inundada para extrair 12 crianças e seu técnico de futebol com risco mínimo, disseram nesta quinta-feira as autoridades, quando se espera mais chuvas fortes.

Um bombeiro que trabalha na drenagem da água disse que algumas partes de uma passagem que leva a uma câmara onde os meninos e o técnico foram encontrados na segunda-feira, continuam inundadas até o teto, fazendo do mergulho a única saída possível.

"O que mais nos preocupa é o clima", disse aos repórteres o governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn. "Não podemos correr o risco da termos uma outra inundação na gruta", acrescentou.

Chiang Rai informou ainda que pediu à marinha tailandesa responsável pelos planos de extração para estimar o risco da operação.

A ideia passa por analisar o "tipo de prontidão [que] podemos ter nesta quinta-feira e decidir se podemos aproveitar essa oportunidade", concluiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG