Plataforma

Bolsonaro diz que os criminosos "vão morrer na rua como baratas"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta segunda-feira que pretende apresentar um projeto de lei para impedir a punição de agentes da polícia e cidadãos que atirem contra criminosos ao defenderem as suas vidas e propriedades. Para Bolsonaro, é preciso ampliar a aplicação da exclusão de ilicitude - figura jurídica que já existe no Código Penal do Brasil e que permite a não punição de pessoas que cometam crimes e, em alguns casos, como por exemplo, legítima defesa em que há ameaça de morte - porque os criminosos têm mais direitos do que os cidadãos.