Assalto à mão armada para levar cromos da Panini

Homens armados entraram numa tipografia onde se imprimiam os cromos da coleção da Panini dedicada ao Mundial de Futebol. Aconteceu na Argentina.

Os homens armados obrigaram os funcionários a carregar 600 caixas de cromos para o veículo em que seguiam. O assalto aconteceu na cidade de Munro, nos arredores de Buenos Aires, no fim de semana, mas só foi confirmado esta quarta-feira. De acordo com as autoridades, que o site DW News cita, o caricato assalto terá rendido ao grupo até 360 mil dólares.

Cada uma das 600 caixas roubadas continha 1000 carteiras de cromos, cada uma custando cerca de 50 cêntimos.

Os assaltantes, e colecionadores dos cromos do Mundial (ou simplesmente gente com olho para o negócio, já que os mais raros destes cromos poderão valer boa maquia no mercado negro), encontram-se a monte. No armazém onde funciona a tipografia há câmaras de videovigilância, mas, ao que parece, as mesmas não terão dado grande ajuda à identificação dos indivíduos.

À medida que o Mundial de Futebol, com arranque agendado para 14 de junho na Rússia, se aproxima, o preço destas carteiras de cromos (com cinco cromos cada) tende a subir.