Novo Fiat 500: a vida elétrica de um ícone sem tempo

Pedro Junceiro, Motor 2417h58 — 27 Novembro 2020

A marca italiana dá um passo decisivo rumo à nova fase da sua história, com recurso à eletrificação para ir ao encontro de uma maior sustentabilidade. Ao invés de arriscar a produção de um novo modelo 100% elétrico, a Fiat decidiu que o melhor caminho para disseminar aquele tipo de motorizações era com a sua coqueluche, o 500, citadino de grande sucesso desde o lançamento da versão moderna. Na verdade, o 500 elétrico que agora chega ao mercado (por enquanto apenas nas versões Icon e La Prima) não é o primeiro da marca, mas o sucessor de um primeiro Fiat 500, lançado no início da década de 2010 e do qual o malogrado líder da Fiat Chrysler Automobiles, Sergio Marchionne, chegou a pedir que não o comprassem devido ao prejuízo que a sua produção acarretava para a marca. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades...

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG