Os adolescentes estão a deixar o Facebook (pelo menos nos Estados Unidos)

Um estudo do Pew Research Centre mostra que, entre os 13 e os 17 anos, o YouTube, o Instagram e o Snapchat já são muito mais populares.

Tem-se falado muito da perda de popularidade do Facebook entre os adolescentes, mas agora é oficial. Um estudo do Pew Research Centre, revelado esta quinta-feira, conclui que o Facebook já não é a rede social mais popular entre os jovens dos 13 aos 17 anos.

A popularidade do YouTube (85 por cento dos adolescentes americanos dizem usá-lo), Instagram (72 por cento) e Snapchat (69 por cento) é muito superior à do Facebook (51 por cento). Há razões para Mark Zuckerberg, o líder da rede social, estar preocupado: em 2015, data do inquérito anterior, 71 por cento dos jovens diziam usar o Facebook, que então liderava este campeonato.

Neste estudo, que usou uma amostra de 750 jovens durante um período de um mês, seguem-se o Twitter (32 por cento) e o Tumblr (14). Mas ainda é cedo para declarar a morte do Facebook e nem tudo são más notícias: o Instagram, que tem crescido bastante nos Estados Unidos, é precisamente propriedade da empresa liderada por Zuckerberg.