Morre a tentar ser a mulher mais rápida do mundo

A norte-americana Jessi Combs, piloto de automóveis e apresentadora de televisão, morreu num acidente de automóvel quando tentava estabelecer um novo recorde de velocidade terrestre, no deserto de Alvord, a sudeste do estado do Oregon. Terry Madden, companheiro de equipa de Combs, classificou a amiga como uma mulher com "um espírito incrível". "Infelizmente perdemo-la ontem em um acidente horrível. Fui o primeiro a chegar ao local e, acreditem, fizemos tudo o que era humanamente possível para salvá-la", disse numa publicação na sua conta de Instagram.