Mãe de Pogba quebra protocolo da FIFA e levanta troféu

A FIFA tinha avisado que apenas campeões e chefes de Estado poderiam segurar o troféu do Mundial. Esqueceram-se de avisar a Yeo Moriba, emigrante da Guiné e mãe do irreverente jogador francês.

Pelo protocolo da FIFA, o troféu do Mundial só pode ser tocado por campeões e ex-campeões do mundo, e por chefes de estado.

E agora, também, pela mãe de Paul Pogba.

O francês, que joga no Manchester United, não deu a mínima importância ao protocolo da FIFA e não só deixou a mãe, Yeo Moriba, levantar a taça como posou ao lado dela e dos irmão para uma selfie, ainda no relvado do palco da final, em Moscovo.

A quebra de protocolo foi uma forma de Pogba, os irmãos Floretin e Mathias, e a mãe homenagearem o pai do jogador, Fassou Antoine, morto em 2017.

Pogba aproveitou a ocasião para novas quebras de protocolo e posou com o Presidente de França, Emmanuel Macron, num "dab", comemoração imortalizada pelo corredor jamaicano Usain Bolt.

Em Destaque

Programas