Bruno de Carvalho não é candidato a presidente do Sporting. Marta Soares rejeitou lista

Lista do ex-presidente para as eleições de 8 de setembro não poderá ser corrigida. Apenas duas candidaturas estão totalmente conformes: as de Frederico Varandas e José Maria Ricciardi.

Bruno de Carvalho não vai a votos nas eleições do Sporting, que se realizam a 8 de setembro, garante o Diário de Notícias. A Mesa da Assembleia Geral do clube, presidida por Jaime Marta Soares, recusou esta sexta-feira a candidatura do ex-presidente, que se encontra suspenso como sócio do clube.


Bruno de Carvalho foi alvo de um processo disciplinar e o recurso que entretanto interpôs não suspenderá a decisão de o inibir das faculdades de sócio.

A questão que ainda pode estar em aberto é a alteração dos nomes dos dirigentes suspensos na lista, visto que também Alexandre Godinho e Trindade de Barros foram sancionados pela Comissão de Fiscalização. A interpretação da Mesa da Assembleia Geral será a de que toda a lista cai, sem possibilidade de substituições.

Erik Kurgy, que chegou a ser aventado como cabeça de lista, em substituição de Bruno de Carvalho, não poderá avançar de forma independente, porque os prazos para a apresentação das candidaturas expiraram.

Em comunicado, na noite de sexta-feira, Marta Soares já confirmou a rejeição da candidatura, dando conta de que apenas duas estão totalmente conformes: "foram devidamente verificadas como elegíveis para o ato eleitoral (...) as candidaturas de Frederico Varandas e de José Maria Ricciardi".

"As candidaturas apresentadas por Pedro Madeira Rodrigues (O Grande Sporting), João Benedito (Raça e Futuro), Eugénio Dias Ferreira (Pelo Teu Amor), Fernando Tavares Pereira (Unidos Venceremos) e Rui Jorge Rego (Projeto e Futuro) padecem de irregularidades formais que carecem ser retificadas num prazo máximo de 48 horas por forma a que possam ser consideradas", concluiu o comunicado.

Se assim for, os candidatos à presidência do Sporting serão sete: Frederico Varandas, João Benedito, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Dias Ferreira, Rui Jorge Rego e Fernando Tavares Pereira.

Notícia atualizada às 23h59 de 10-08-2018.