O Jogo

Aviões da Red Bull Air Race desligaram motores após 12 anos a cruzar os céus

Desde a primeira corrida, na Áustria, o campeonato do mundo de corridas aéreas cruzou céus de todo o mundo e foi responsável por fotografias emblemáticas, como aquelas tiradas nas margens do Douro, em Vila Nova de Gaia e Porto, palco da etapa portuguesa. Quase 100 corridas - 94 para sermos exatos - e 12 temporadas depois, os aviões da Red Bull Air Race aterraram pela última vez no passado fim de semana na cidade japonesa de Chiba com uma vitória de Yoshihide Muroya - a voar em casa - e com o último dos títulos a ser entregue ao australiano Matt Hall.