Dança entre par do mesmo sexo em programa da BBC motiva 189 queixas

V13h28 — 21 Novembro 2019

O programa Strictly Come Dancing da BBC recebeu 189 reclamações após a transmissão de sua primeira dança entre um par do mesmo sexo, por ser considerada "ofensiva". Na edição de 3 de novembro, os dançarinos profissionais Johannes Radebe e Graziano di Prima dançaram juntos durante uma atuação da cantora Emeli Sandé. A performance de ambos deu (e continua a dar) muito que falar nas redes sociais, com muitos a elogiarem o par pelo desempenho "inovador". Em jeito de resposta, Radebe - que é gay - publicou uma foto com di Prima no Instagram com a legenda "o amor não conhece fronteiras".