A emoção de Tom Hanks ao receber o prémio carreira nos Globos de Ouro

Rui Pedro Tendinha, Diário de Notícias10h21 — 06 Janeiro 2020

Uma cerimónia onde o próprio apresentador Ricky Gervais olhou para o relógio devido à longa duração e em que Martin Scorsese foi citado em discursos dos vencedores mas perdeu a toda à escala com o seu "O Irlandês". "1917", de Sam Mendes, foi o grande vencedor da 77.ª cerimónia dos Globos de Ouro, que decorreu esta madrugada nos EUA, conquistando os prémios para melhor filme e melhor realizador. Tom Hanks recebeu o prémio carreira Cecil B. DeMille, o que valeu um dos discursos da noite.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG