Portugal vai ter Dia Nacional para a Eliminação da Discriminação Racial

Lusa13h52 — 22 Junho 2018

Data reforça compromisso nacional no combate à discriminação racial.

A Assembleia da República consagrou o dia 21 de março como o Dia Nacional para a Eliminação da Discriminação Racial, de acordo com uma resolução publicada esta sexta-feira em Diário da República.

De acordo com a resolução, assinada pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o órgão legislativo irá também "empenhar-se no cumprimento dos compromissos nacionais e internacionais de combate à discriminação racial".

O dia 21 de março foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial em 1969, na sequência da morte de 69 pessoas que participavam numa manifestação pacífica em Sharpeville, um bairro habitado maioritariamente por população negra, nos arredores de Joanesburgo, na África do Sul.

O episódio, que ficou conhecido como o Massacre de Sharpeville, aconteceu no dia 21 de março de 1960, quando cerca de 20 mil pessoas protestavam contra a lei que obrigava os cidadãos negros a usar um cartão que especificava os locais por onde podiam circular.

Apesar de ser uma manifestação pacífica, a polícia disparou sobre a multidão desarmada, o que resultou na morte de 69 pessoas e fez 186 feridos.

Este acontecimento teve como efeito chamar a atenção para o regime de apartheid e levou as Nações Unidas a instituir o dia 21 de março como o Dia Internacional de Combate ao Racismo, mais tarde, em 1976, rebatizado como o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial.