O beijo lésbico e as perguntas que o Panda Biggs não queria mostrar

São cortes subtis, que não influem no desenrolar da história, mas que deixam de fora, ou escondem, a realidade de pessoas homossexuais e transgénero.

"É assim tão importante eu ser homem ou mulher?" A pergunta que Haruka faz a Usagi na série "Sailor Moon Crystal" é um dos momentos que o canal Panda Biggs decidiu deixar de fora quando transmitiu a série pela primeira vez em Portugal, em 2016.

Este e outros cortes motivaram uma queixa à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) por parte de cidadãos anónimos e também da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, alegando que se tratou de um "ato discriminatório com base na orientação sexual".

À ERC, a diretora do serviço de programas Panda Biggs justificou o corte destas cenas dizendo que poderiam não ter o melhor acolhimento por parte do público-alvo, crianças dos 8 aos 14 anos.

A resposta da entidade reguladora chegou em maio, com o arquivamento do processo, considerando "legítima" a preocupação do canal, "dado que se está perante um assunto fraturante na sociedade portuguesa". A ERC acrescenta ainda que o assunto não tem relevância no desenrolar da história da série e admite que a temática da homossexualidade e do transgénero possa ser de "apreensão mais complexa para as crianças".

Depois de ter transmitido os episódios com as cenas cortadas, o canal Panda Biggs interrompeu a transmissão da série, que foi retomada em junho de 2017 em horário nocturno e sem cortes.