Reportagem

"Bocas" e agressões. Ser LGBT em Bragança

Há quem tenha abandonado a cidade por não conseguir "fazer vida normal" e quem não arranje um emprego por ser homossexual. E há relatos de violência, verbal e física. Há uma Bragança LGBTIQ que pede para ser ouvida e respeitada.